Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

zonaDINAmica

Clube Oficial de Fãs da Cantora e Compositora Dina.

Músicas Entre Nós #40

Carregal do Sal

DINA_postal_musical_carregal do salD8.jpg

 

DINA_postal_musical_carregal do sal18.jpg

Dina é natural de Carregal do Sal, terra a que dedicou uma canção homónima. 

Concelho de Carregal do Sal, criado a 6 de Novembro de 1836, tem o seu feriado municipal na Segunda-feira após o terceiro Domingo de Julho, que este ano calha no próximo dia 19 do calendário. 

 

Heráldica:

Armas: de negro com um cacho de uvas de púrpura, folhado e troncado de ouro. Em chefe, duas romãs de ouro folhadas e troncadas do mesmo e abertas de vermelho. Coroa mural de prata de quatro torres. Listel branco com os dizeres «Vila de Carregal do Sal» a negro.

Bandeira: esquartelada de amarelo e de púrpura. Cordões e borlas de ouro e púrpura. Haste e lança douradas.

carregal do sal1.gif

carregal do sal2.jpg

 

O orgulho carregalense de Dina esteve sempre presente nos grandes momentos da cantora e compositora, que elevou o nome de Carregal do Sal e de Portugal:

image.jpg

Um grande cacho de uvas de púrpura era ostentado por Dina na grande noite do Eurofestival 1992, na Suécia.

 

5cb1968fdd257.jpg

No Festival da Canção 1992, a icónica blusa com as cores e as formas das frutas que aromatizavam a canção "Amor d'Água Fresca", delicadamente pintada a mão pelo José Manuel Costa Reis - mais do que uma peça de artesanato, trata-se de uma obra de arte sobre tela! - onde ficou sempre destacada, enquanto Dina tocava a guitarra, uma das duas romãs de ouro folhadas e troncadas do mesmo e abertas de vermelho.

 

dina80.jpg

Para a final do Festival da Canção de 1980, Dina vestiu-se de dourado e púrpura, as cores da sua terra natal, Carregal do Sal.

 

- Vídeo (ao vivo, em 2009):

 

- Áudio:

 

__________________________________

"Músicas Entre Nós" designa uma série de postais musicais de Dina. O objectivo é, de uma forma concentrada, celebrar e recordar/dar a conhecer a Vida e Obra de Dina - essa onda sonhadora, humanista e artivista, - percorrendo as cinco décadas de canções com que Dina nos brindou.