Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

zonaDINAmica

Clube Oficial de Fãs da Cantora e Compositora Dina.

Dina: A 'Scatter' Portuguesa

dina34.jpg

 

Este ano de 2019 teve um acontecimento triste, o desaparecimento físico da cantora, compositora e instrumentista Dina, a 11 de Abril, no Hospital Pulido Valente, em Lisboa. Desde 2006 que Dina estava diagnosticada com fibrose pulmonar e aguardava por um transplante pulmonar, que nunca chegou a acontecer (em tempo útil). Dina era uma mulher indispensável na Cultura e Sociedade portuguesa, contava apenas 62 anos e cinco décadas de canções. Deixa saudade eterna e um enorme vazio no coração, mas fica vivo entre nós o seu Humanismo, o seu activismo pela pessoa humana sem rótulos e indiscriminações, os seus princípios e valores e, claro está, a sua música (editada e por editar).

 

Dina expressava-se por meio de muitas linguagens: Canto (em diversos estilos: Pop, Rock, Funk, etc.), instrumentos, performance vocal e corporal,... Uma riqueza cultural que somente será totalmente conhecida através do tempo. Hoje destacamos a sua faceta 'scatter'.

 

Dina (1956), uma pioneira da Música em Portugal em muitíssimas vertentes, desde muito jovem pegou na guitarra que havia lá por casa, dos irmãos mais velhos, e em vez de tocar e cantar canções que estavam na berra, começa a buscar sons na guitarra. É assim que, ainda estudante do 3º Ciclo e Secundário, começa a compôr e a cantar 'scat' (vocalizar sílabas 'nonsense'). A cantar 'scat' é que Dina faz a maquete para entregar à/ao letrista, acompanhado de alguns motes (frases). É sobretudo ao vivo que, no improviso, o canto 'scat' é caracterizado, mas ao longo de toda a discografia de Dina ele também está presente, desde o início, pelo menos desde o EP de 1976, Dina recorre ao 'scat' nas 4 canções do vinil. Possivelmente no seu primeiro trabalho discográfico de 1975 Dina tivesse já revelado ao "grande público" essa arte inusual em Portugal.

 

Ficam aqui três vídeos de compilações de concertos e actuações de Dina, onde está patente a performance 'scatter' de Dina:

 

Para conhecer alguns nomes do canto 'scat', a Wikipedia compilou alguns.

 

Para conhecer algo mais daquilo que é o canto 'scat', o poeta brasileiro Eucanaã Ferraz explica-o no seu programa radiofónico  "A Voz Humana", recorrendo a exemplos de cantores norteamericanos do Jazz.

 

Para fazerem o paralelísmo, vejam este vídeo de Ella Fitzgerald, considerada a Rainha do Scat lá pelas Terras do Tio Sam: 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.