Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

zonaDINAmica

Clube Oficial de Fãs da Cantora e Compositora Dina.

Amor d'Água Fresca - 30 Anos Depois. Pedido.

Amor d'Água Fresca inspira-nos... PEDIDO! 

... E isto nos faz recordar «Fazes Falta».

 Colaborações de Dina (4): José Alberto Reis 

dina92_1b4p.jpg

 

"Fazes Falta" está presente nos álbuns Mágoa (2001) e Romântico (2005), de José Alberto Reis,  e conta com a participação especial de Dina.

 

_______________________________________________

dina92_4p.jpg

 

Bem-Vindo, Outono!

dina92_8ap.jpg

O Outono Meteorológico iniciou no primeiro dia deste mês, mas só hoje se inicia o Outono Astronómico.

 

Esta altura do ano tem uma conotação/carga negativa por "tradição". Urge virar o bico ao prego e não nos deixar abater pelo "feio" que nos rodeia, ou que hipoteticamente virá. Há que manter as mesmas rotinas saudáveis (alimentação mediterrânica, actividade física/mental, etc.) pelo bem da nossa saúde mental, como já focamos nos Mini-Guias Amor d'Água Fresca, principalmente os dois mais direccionados directamente à Saúde ( 1, 2 ).

 

Cada momento tem os seus matizes. Há quem nunca se deteve a contemplar a beleza das folhas caducas nas árvores ou já caídas no chão? Uma forma de enganar esta linha negativa do pensamento é apresentar ao mau tempo (exterior/interior!) uma boa cara, como diz a Célia Cruz na sua canção "La Vida Es Un Carnaval", ou acordar a voz, como nos diz a nossa Dina. Temos de ser a (nossa própria) mudança!

 

Amor d'Água Fresca - 30 Anos Depois. Vida a 2.

Amor d'Água Fresca inspira-nos... VIDA A 2! 

... E isto nos faz recordar «Cerimónias».

 Colaborações de Dina (3): Grupo Novo Rock (GNR) 

dina92_1b3p.jpg

 

Esta canção dos GNR, do álbum Psicopátria, conta com a colaboração vocal de Dina e Lena Coelho (Doce, ESC1982):

Outra canção do mesmo álbum com a participação vocal de Dina e Lena Coelho é "O Paciente":

 

_______________________________________________

dina92_3p.jpg

Amor d'Água Fresca - 30 Anos Depois. Invocação.

Amor d'Água Fresca inspira-nos... INVOCAÇÃO! 

... E isto nos faz recordar «Ouve Lisboa».

 Colaborações de Dina (2): Vasco Rafael 

dina92_1b2p.jpg

Em 1987, numa rubrica do programa de Joaquim Letria, o fadista Vasco Rafael interpreta uma canção de Dina, "Há Sempre Música Entre Nós", e Dina interpreta "Ouve Lisboa", do Vasco Rafael. Foi a primeira vez que Dina interpretou um fado, e ela sentia obviamente todo o peso dessa responsabilidade sobre os ombros, mas esta prova foi superada, como provou, no final, o beijo que o Vasco deu na testa de Dina. Fica (só) o áudio completo dessa odisseia de Dina:

 

O vídeo da odisseia de Dina no fado (a parte final foi cortada pelo Youtube):

 

Fica aqui este fado no vozeirão do fadista Vasco Rafael:

 

_______________________________________________

dina92_2p.jpg

 

Amor d'Água Fresca - 30 Anos Depois. Esperança!

Amor d'Água Fresca inspira-nos... ESPERANÇA! 

... E isto nos faz recordar «A Luz Que Eu Vi».

 Colaborações de Dina (1): Lena d'Água 

dina92_1b1p.jpg

Esta canção, em que a Dina é autora da Música, tem uma interessantíssima fusão entre Fado e Tango. A interpretação Dina entregou-a à Lena d'Água:

_______________________________________________

dina92_1p.jpg

 

DINAMITE: 40 Anos!

dinamite_40anos.jpg

O álbum de estreia de Dina surgiu em 1982, apesar de Dina ter sido revelada ao grande público dois anos antes. "Dinamite" foi como foi baptizado e nele estão 8 canções novas de Dina, entre elas Dinamite. Pelos vários singles e EPs editados anteriormente já era expectável que o material de Dina ia ser explosivo!

dinamite_40anos_capa.jpg

À revelia, a Editora enviou três das canções deste álbum de Dina, antes do seu lançamento, para participar no Festival RTP da Canção desse ano. Foram apuradas duas canções e Dina foi obrigada a interpretá-las no Festival. Devido à falta de informação, Dina não sabia que podia recusar participar, uma vez que Dina estava focada no seu primeiro álbum prestes a sair, em todas as canções no seu conjunto. Durante a votação, Dina esteve e se manteve em primeiro lugar com a canção Gosto do Teu Gosto, com música da sua autoria, apesar das votações se dividirem entre as suas duas no concurso. Quando o álbum saiu, foi como se se tratasse de um single, já que só passavam nas rádios as duas canções de Dina no Festival...

A participação de Dina no Festival foi uma das péssimas decisões da Editora, mas quem pagou os erros foi a Dina. Outra péssima decisão da Editora foi a capa do álbum, com a fotografia de Dina toda riscada, tornando irreconhecível o seu rosto. A terceira péssima decisão foi a não inclusão do nome de Dina de forma inteligível, pois a leitura do texto da capa dá a entender que DINAMITE é o nome da pessoa, banda ou lá o que for. Nem no verso do LP aparece o nome Dina, só os títulos das canções. Até parece que tudo isto, todos estes desrespeitos, foi propositado para um único objectivo...

Nesse mesmo ano de 1982 é lançado o single Dinamite, em cujo lado B estava a canção Nem Mais.

dinamite_40anos_single.jpg

DINAMITE é um álbum seminal na História da Música Portuguesa e importa ser conhecido, tal como a totalidade das canções de Dina, com essa voz e estilo ímpares.

Para ouvir as 8 canções de DINAMITE:

 

"Quando As Nuvens Chorarem" - O Encanto Ficou

Em um dia como hoje, 26 de Agosto, mas do ano 1988, faleceu o cantautor português Carlos Paião com apenas 30 anos de idade (nasceu a 1 de Novembro de 1957), vítima de um acidente de automóvel à ida para um concerto.

 

Autor de várias canções de sucesso, recordaremos neste espaço o último maior deles: "Quando as Nuvens Chorarem".

quando as nuvens chorarem_postal8.jpg

Ao preparar o seu segundo álbum, Intervalo, Carlos Paião convidou Dina para um dueto. A escolha recaiu na canção "Quando as Nuvens Chorarem", onde o carisma de Dina ficou bem cunhado sonoramente. Apesar da trágica morte de Carlos Paião ainda ser recente, o seu novo Lp foi lançado na data que já estava marcada, em Setembro. Das dez canções que compunham o Lp, a que teve maior sucesso foi aquela que abria o lado B do disco - "Quando as Nuvens Chorarem", - onde participa Dina. Foi lançado também uma cassete.

carlos paiao_intervalo_lpk7.jpg

 

Desta canção foi lançado um single em dois formatos:

- Em vinil, onde no lado B  estava "Perfume";

- E uma minicassete, cassingle, onde esta canção abria o lado A, seguida de "Perfume" e no lado B estavam as canções do single em vinil de 1986 "Cegonha" e "Lá Longe, Senhora".

carlos paiao_qnc_single_k7single.jpg

 

Vai-se lá saber o porquê, em Portugal os duetos não fazem parte da discografia de ambos os intervenientes. Vamos agora recordar esta belíssima canção, onde a ausência faz-se presença graças ao encanto, nas grandes vozes de Carlos Paião e Dina:

 

Dina interpreta pela primeira e única vez ao vivo esta canção a 27 de Dezembro de 1992, com Joel Branco a substituir a parte correspondente ao Carlos Paião, em um belo e sentido programa-tributo do Júlio Isidro:

 

O Carlos Paião e a Dina eram basicamente da mesma idade - Dina nasceu a 18 de Junho de 1956. - Em 1987, no programa "Prova de Contacto" do Joaquim Letria, Carlos Paião recordava que foi num outro programa do Joaquim Letria, o "Tal & Qual", em 1980, que ele se estreou na televisão e que nesse mesmo programa estava a Dina, que foi a grande revelação desse mesmo ano. Carlos Paião vincou que "a Dina não desaprendeu de cantar" e lançou duras críticas às editoras, à televisão e à rádio por não tratar bem os artistas nacionais, fazendo-os desaparecer. Os artistas internacionais pagam melhor às rádios portuguesas para estas passarem a sua música 24 horas por dia em "loop" constante, enquanto os nacionais já não cabem na antena e ficam sem qualquer apoio. Apoio que deveriam de receber desse triângulo mal amanhado.

 

Curiosamente, segundo as crónicas da altura, o grande carinho e admiração que os portugueses tinham por Carlos Paião não se reflectiu, aparentemente, nas vendas de discos - tal como a Dina, - facto este revertido só após a sua morte, com as várias compilações editadas ao longo do tempo.

 

A Orquestra Filarmonia das Beiras lembrou Carlos Paião a 8 de Junho de 2014 em Anadia, num desafio lançado à esta pelo Centro Cultural de Ílhavo. Sob a direcção do Maestro António Vassalo Lourenço, o concerto “Reviver Carlos Paião” contou com a participação de Catarina Vita, Teresa Pereira, Raquel Garcia e André Lacerda nas vozes

 

Amor d'Água Fresca - 30 Anos Depois. Aconchego!

Amor d'Água Fresca inspira-nos... ACONCHEGO! - E isto nos faz recordar «tu estás em mim / tu és de mim» de outra canção de Dina: Que Vamos Nós Fazer?

 

 BEBIDAS QUENTES E RELAXANTES

5678765.webp

Apesar de em Portugal estarmos no Verão, o período de férias pode ser passado em paragens com temperaturas bastante mais baixas (ou guarde-se estas sugestões para as próximas estações).  A canção Amor d'Água Fresca, como vimos ao longo deste ano de 2022, é bastante sugestiva e inspiradora, e aqui fica mais um Mini-Guia.

 

 I - Chás, infusões e tisanas (diferenças) 

... E também nos faz recordar «do que vivo eras tu, guardado em mim», de outra canção de Dina: Guardado Em Mim.   

234714.jpg

- O chá provem da planta camellia sinensis, e só se produz com esta espécie botânica originaria da China.. Existem seis categorias de chá, com inúmeras variedades dentro de cada uma delas, sendo que a principal diferença entre cada um dos tipos de chá é o seu grau de oxidação: branco (folhas jovens), verde, amarelo, oolong (chá semi-oxidado, incorrectamente chamado de ‘chá azul’ ), vermelho (chá escuro, pós-oxidado, como o pu erh ) e negro.

- As infusões são o resto de bebidas feitas a partir de folhas, frutos, flores e raízes (limão, hibisco, tília, camomila, hortelã, gengibre, etc.). Podem ser tomadas frias ou quentes.

- As tisanas caracterizam-se por serem bebidas com propiedades medicinais e as holhas com que se preparam, ao contrário das infusões, sim se deixam ferver durante uns minutos. De maneira geral, as tisanas têm propriedades anti-inflamatórias, anti-bacterianas, regulam o apetite e ajudam a prevenir o envelhecimento celular.  

 

Sugestão: Infusão de flores de hibisco com pedaços de fruta fresca e especiarias (anis estrelado, canela, cravo, gengibre,...).

2345.jpg

 

 II - Chocolate quente 

... E também nos faz recordar «vou fingir que é a gosto, é suposto», de outra canção de Dina: Depois Não Digas.   

9876 (2).jpg

Sugestão: A tradicional taça de chocolate quente, mas coberto com troços de fruta fresca e/ou seca, polvilhado com frutos secos triturados. 

 

 III - Bebidas na versão sem álcool 

... E também nos faz recordar «quando a dois é magia», de outra canção de Dina: Tu Sem Mim.   

34635.jpg

> Vinho quente sem álcool. Exemplo.

 

 IV - Outras bebidas quentes  

... E também nos faz recordar «you are my friend and I'm your friend», de outra canção de Dina: Friend.   

32624.jpg

> Atole - bebida mexicana. Exemplo: Atole de morango;

> Fondue de Chocolate com pedaços de fruta fresca.

17563.jpg

 

Amor d'Água Fresca - 30 Anos Depois. Didáctica!

Amor d'Água Fresca inspira-nos... DIDÁCTICA! - E isto nos faz recordar «e nunca paro de aprender» de outra canção de Dina: Por Alto Mar

 

 PASSAR O TEMPO DE FORMA CONSTRUTIVA

543.jpg

Não vamos falar da ludomania, onde as pessoas gastam até o dinheiro que não possuem devido à corrosão que provoca o marketing enganoso e libertino, sem qualquer controlo, tal como acontece com a hipnótica insistência em todos os canais de televisão, à cada minuto(!), para ligarmos a números de valor hiperacrescentado, algo que deveria ser PROIBIDO POR LEI! Vamos antes convidar a quem nos lê a criar, mais uma vez ao estilo faça você mesmo (DIY), com o material que tenha em casa e que iria seguramente para o lixo, os seus próprios jogos didácticos, individualmente ou em grupo, que vão para além dos tradicionais jogos de tabuleiro, mas também(!). Os mesmos estão aglomerados em três grandes grupos utilizando as três acções positivas do refrão de Amor d'Água Fresca: Pequei, trinquei e meti-te na cesta! Divirtam-se com as nossas sugestões!

 

 I - PEGUEI 

... E também nos faz recordar «vamos já pô-lo a voar», de outra canção de Dina: Papagaio.

 

> Unir pontos:

4456.jpg

> Jogo do Galo (pintar frutas em pedras):

5632.jpg

> Colheita/Pesca (criar algo deste género, com o material que tem em casa):

4667.webp54431.jpg

> Dominó-fruta (Um exemplo das peças, para impressão):

252463.webp

> Construir um Papagaio (exemplo):

123.jpg

> Geocaching: Uma pista escondida leva-nos à seguinte, até encontrar a "cesta de frutas". Pode ser realizado dentro de casa ou ao ar livre.

 

> Jogos de Tabuleiro: Há uma diversidade destes jogos na internet. 

 

 II - TRINQUEI 

... E também nos faz recordar «joguei em mim e ganhei», de outra canção de Dina: Acordei o Vento.

 

> Sopa de Letras:

4567.jpg

> Anagramas: Utilizando o nome de uma fruta crie outra palavra, como por exemplo "pera" que pode dar origem a "pare".

 

> Criptogramas/Palavras Secretas: Crie um alfabeto, em que à cada letra corresponda uma fruta, fruto seco ou flor comestível que exista nas quatro versões linguísticas da nossa canção. Poderá assim passar mensagens importantes sem serem descodificadas pelo inimigo!

 

> Buscar Par/Metade/Interior/Sombra da Fruta:

3456.jpg 8775.jpg

> Jogo da Memória:

7654.jpg

 

> Puzzle:

215627.jpg

> Tetris:

3456 (2).jpg

 

 III - METI-TE NA CESTA 

... E também nos faz recordar «o jogo saiu furado», de outra canção de Dina: Isso É Que Era Bom.

 

> Jogos de Labirinto:

445.jpg

5326u.jpg

976 (2).jpg

Nota: Na última opção, perde quem encestar antes da saída!

> Minibasket:

246.webp

976.jpg

> Bowling:

56347.webp

 

Amor d'Água Fresca - 30 Anos Depois. Moda!

Amor d'Água Fresca inspira-nos... MODA! - E isto nos faz recordar «deixa as pulseiras pelo chão / despe a camisa de algodão» de outra canção de Dina: Tafetá

 

 MODA SUSTENTÁVEL! 

9876.jpg

 

Por todas as razões e mais algumas, a preservação do Meio Ambiente tem de estar na ordem do nosso dia. Deixamos algumas sugestões para seguir ou pelo menos se inspirar.

 

> O designer Edgar Artis inspira-se nas frutas e as suas características para criar as suas obras:

432.jpg

 

> A forma das frutas sempre serviu de inspiração para a Alta Costura, de forma indirecta ou directa:

21.jpg

 

> A fibra de frutas e vegetais dão origem a peças de vestuário únicas - na imagem, tecido feito a partir da casca de uva:

45654.png

 

> Por outro lado, há quem prefira utilizar a matéria-prima em bruto:

3456.jpg

 

> Com a secagem da casca de cítricos, por exemplo, pode-se criar adereços originais e a custo zero:

4565.jpg

 

> Utilizando resina (ou cola quente), pode preservar-se lâminas de frutas desidratadas que podem ser utilizadas em pulseiras, colares, brincos, etc:

1234.jpg

 

> Através de técnicas, como a utilização de missangas, construir frutas em 3D (como existia no vestuário com que Dina actuou no Eurovison Song Contest 1992):

21223.jpg

 

>>> BÓNUS: Este Tema igualmente nos faz recordar «sei o que vais vestir» de outra canção de Dina: Pode Ser Que Te Esqueça

567.jpg